CARREGANDO

O que você procura

Especiais Fotos

Pelo Mundo ESPM – Mooca

Compartilhar

Alice Labate – (1º semestre)

Mooca é um tradicional bairro da zona leste de São Paulo, conhecido pelo grande número de imigrantes italianos que são predominantes até hoje na região. O bairro foi fundado no dia 17 de agosto de 1556 e seu nome é de origem indígena; significa “fazer casa”, isso porque no século 16 os índios estranharam as primeiras casas de pau a pique que foram construídas pelos europeus.

Por 300 anos, a Mooca fora uma vila rural, mas em 1867 tornou-se um bairro industrial, com a construção de uma estrada de ferro, que cortou a região. No mesmo ano, a Câmara Municipal de São Paulo começou a doar terras para o crescimento do povoado local, e em 1869 já se notava muitas casas pequenas e assim o povoado foi crescendo. Cada vez mais imigrantes italianos chegavam na Mooca, construindo a civilização do café e caracterizando mais e mais o bairro.

Em fevereiro de 1891, Antônio e Helena Zerrenner fundaram a Cia. Antarctica Paulista na Mooca. Em 1930, era uma das marcas líderes, mas após a morte de seus criadores o endereço da Antarctica que passou a ser em Jaguariúna, e até hoje seu antigo endereço, na Mooca está abandonado.

Além da Antarctica, a Mooca contava com os Armazéns Matarazzo, Tecelagem Três Irmãos, Frigorífico Anglo, Máquinas Piratininga e muitas outras fábricas. Hoje ainda há algumas construções, mas são muito poucas. No contexto atual, a população do bairro é de cerca de 75.724 habitantes, segundo uma pesquisa realizada em 2010 pelo IBGE. É um bairro com bastante história, arte, locais arborizados e moradores apaixonados que fazem de tudo para deixar a região cada vez mais aconchegante.

O restaurante, confeitaria e pastifício italiano Di Cunto é muito famoso na Mooca. Há 116 anos o local foi inaugurado inicialmente como uma padaria pelo imigrante italiano Donato Di Cunto e hoje é administrada por seus netos e bisnetos.

A Esfiha Juventus é considerada uma parada obrigatória do bairro, famosa por suas esfihas e kibes. Foi inaugurada em 1967 pelo casal Abrão, e, hoje, o negócio continua sendo administrado por membros da família.

Fundada em 1966, por Rafael Barbudo, e, atualmente dirigida por seus filhos, a Pizzaria São Pedro é bastante conhecida na região pelas pizzas de excelente qualidade e por sua adega.

Além dos espaços gastronômicos, há também os de entretenimento, como o Estádio Conde Rodolfo Crespi, conhecido como estádio Crespi ou estádio da rua Javari. Fundado em 1925 e adquirido pelo Clube Atlético Juventus em 1967, o local se tornou mais famoso em 1959 por ter sido palco do inesquecível gol do ex-jogador Pelé. Além disso, já se tornou tradição o vendedor Antonio Pereira Garcia comercializar o doce italiano cannoli, em frente ao estádio durante o intervalo dos jogos.

O Teatro Arthur Azevedo foi inaugurado em 1952 e é um importante local de entretenimento e de cultura no bairro. O local já fora considerado um dos mais modernos de São Paulo e sempre da palco a grupos amadores. Hoje em dia, o teatro está em reforma.

Em 1935, quando os Barnabistas chegaram ao Brasil, a Mooca por ser um bairro operário na época, foi escolhido para acomodar uma igreja. Após alguns anos funcionando em um barracão de uma fábrica, em 1937 a igreja conseguiu um local próprio, tendo sido construída com estilo gótico, impressionando até hoje todos que passam por lá.

A faculdade São Judas Tadeu foi inaugurada há 41 anos pelo casal de professores Alberto e Alzira Mesquita. Em 1971 iniciou suas atividades com apenas 2 cursos: Administração e Ciências Contábeis, mas em 1989 foi reconhecida pela portaria ministerial e hoje conta com 30 cursos de graduação.

O Juventus começou em 1924 como sendo Cotonifício Rodolfo Crespi F.C., uma junção de 2 outros clubes da Mooca: o Extra São Paulo F.C. e o Cavalheiro Crespi F.C., com as cores vermelho, preto e branco (as que antes eram do Extra São Paulo). Mas, foi em 1930 que o nome do clube foi oficialmente alterado para Clube Atlético Juventus, e as cores passaram a ser grená e branco. Após muitos altos e baixos, o Juventus se tornou símbolo da Mooca e, atualmente, em qualquer lugar do bairro é possível encontrar o logo do clube.

Além desses lugares, a Mooca está cheia de diferentes locais que valem a pena serem visitados como o Shopping Mooca, o parque Sabesp, o museu da imigração, hamburguerias, restaurantes, cafeterias etc. É um bairro cheio de história e cultura.

Tags:

Você pode gostar também

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *