CARREGANDO

O que você procura

Geral

Open City Labs reúne iniciativas de jornalismo cívico

Compartilhar

Um dos mais novos trabalhos do jornalista Gilberto Dimenstein, que alia informação à educação e cidadania, é o Open City Labs. Desenvolvido em conjunto com as universidades americanas de Harvard e Massachussets Institute of Technology (MIT), o portal busca criar uma grande rede global de iniciativas no campo da gestão comunitária.

Colunista da Folha de S. Paulo e da CBN, Dimenstein dedica boa parte de sua vida profissional para usar a comunicação em prol do desenvolvimento de sociedades mais organizadas. A primeira iniciativa nesse sentido foi o “Bairro-Escola”, desenvolvido na Vila Madalena, que integrava, em volta das escolas públicas do bairro, toda a comunidade. Essa experiência, hoje com 14 anos, foi ampliada para outras cidades do Brasil, em um programa chamado “Mais Educação”.

O jornalista começou a pensar então numa solução que fosse inovadora e eficiente para melhorar o grau de educação da cidade de São Paulo como um todo. “Eu tinha visto, na criação de bairros educativos em São Paulo, uma discrepância muito grande no que se refere ao uso dos equipamentos culturais da cidade. Além de haver uma questão da falta de recursos, tem o problema do recurso disponível não ser bem usado” afirma Dimenstein. Surgiu, assim, o Catraca Livre, site que indica atrações culturais gratuitas (ou a preço popular), cuja audiência diária gira em torno de três milhões de pessoas. O Catraca Livre não é apenas um site, mas também um banco de dados. As informações desse banco são retransmitidas para várias plataformas: a rádio CBN, os portais Yahoo e UOL e o jornal Agora SP, formando o que a equipe do site chama de teia comunicadora. Ainda foram firmadas parcerias com o Metrô e a SPTrans (autarquia municipal que administra os ônibus da cidade de São Paulo), o que ampliou a audiência das informações do Catraca Livre para milhares de pessoas. “A criatividade paulistana é uma coisa incrível, você não tem tantas cidades no mundo com esse grau de empreendedorismo, de concentração de talentos, de projetos. Logo, começamos a fazer com que o Catraca Livre sentisse a alma da cidade, e usamos essa alma para criar um produto diferenciado”, conta Dimenstein.

Incubadora

Em 2010, a universidade de Harvard, em Cambridge (EUA), avaliou o programa “Bairro-Escola” como uma ideia inovadora no campo da gestão comunitária, em documento enviado para o presidente americano Barack Obama. Dimenstein foi convidado para participar do “Advance Leadership Iniciative”, programa de Harvard desenvolvido em parceria com o MIT – Massachusetts Institute of Technology.

Nos EUA, o jornalista desenvolveu seu mais novo projeto, o Open City Labs, que visa mostrar como se usa a informação para criar sociedades mais educadas, participativas, conectadas, sobretudo nos bairros. “Aqui existe uma expressão, que no Brasil não é conhecida, e nem existe uma tradução criada para isso. Esse tipo de trabalho que desenvolvo é o que eles chamam de ‘civic media’, voltada a aprimorar o que se chama de capital social: as relações na comunidade, cursos locais, o desenvolvimento detrabalhos comunitários, voluntários. Agregar riqueza na sua comunidade”, explica Dimenstein.

O Open City Labs (opencitylabs.org) é baseado nas duas experiências desenvolvidas por Gilberto Dimenstein em São Paulo, e já é bastante divulgado nos EUA, sendo inclusive elogiado por professores de Harvard, como Nicholas Negroponte, criador do projeto “Um Computador por Aluno”, iniciado em 2002, com o objetivo de produzir computadores baratos para serem usados como ferramentas de ensino nos países em desenvolvimento. O portal reúne uma rede de pessoas de várias partes do mundo, e essas informações são compartilhadas. Tudo aquilo que gera algo produtivo para a comunidade pode fazer parte dessa rede conectada mundialmente. A ideia do Open City Labs é ser uma espécie de laboratório planetário em que essas experiências possam conversar, finaliza o jornalista.

Dimenstein permanece, a princípio, em Harvard até o final de 2011, refinando o Open City Labs e compartilhando seu conhecimento em civic media. Para seguir os últimos projetos de Gilberto Dimenstein, acompanhe as colunas do jornalista na Folha de S. Paulo e na rádio CBN, além do Catraca Livre, que também divulga as iniciativas ligadas ao uso da comunicação e educação para o desenvolvimento de sociedades.

 

Gabriel Garcia (2º Semestre)

Tags:

Você pode gostar também

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *