CARREGANDO

O que você procura

Geral Notícias

Dia da Consciência Negra: a representatividade está em pauta

Compartilhar

Pedro Trigo (4º semestre)

O Dia da Consciência Negra, no Brasil, é celebrado no dia 20 de novembro. O dia coincide com a data em que Zumbi dos Palmares, líder do quilombo dos Palmares, foi brutalmente assassinado, no ano de 1695, por lutar contra a escravidão em solo brasileiro e defender os direitos da população negra.

Séculos depois, a luta pelos direitos dos negros ainda está presente no mundo inteiro. Não Brasil não é diferente. Para debater essa pauta e aprofundar as discussões em torno do movimento negro, existem coletivos universitários que tomam a linha de frente nesse enfrentamento ao racismo e na luta pelos direitos da população negra.

Na ESPM, o coletivo Afroria tem trazido para o debate as pautas do movimento negro. O estudante do curso de publicidade e propaganda na ESPM-SP, João Victor Silva membro do coletivo, explica as motivações das discussões do grupo. “Vejo que a maior motivação do coletivo negro na ESPM, e sociedade em geral, seja buscar maior espaço, inserção e reconhecimento. Tentando trazer maior clareza sobre o assunto e tentando retirar esse “tabu” instaurado socialmente”, explica João Victor.

João Victor Silva, aluno da ESPM e membro do coletivo Afroria

O estudante complementa explicando o principal objetivo do coletivo. “O Afroria é composto por jovens negros da ESPM, que estão trazendo a cada dia mais discussões e motivos para que não haja maiores barreiras para nós da faculdade, e para que mais pessoas pretas possam frequentar o ambiente”, ressalta.

Na semana da Consciência Negra, o Coletivo Afroria promoveu debates importantes sobre empreendedorismo negro e o mercado de trabalho, sobre cultura e entretenimento e sobre a importância da comunidade negra no ambiente universitário.

Tags:

Você pode gostar também

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *