CARREGANDO

O que você procura

Especiais Fotos

Pelo Mundo ESPM – Bali – Indonésia

Compartilhar

Maria Caltabiano – (1º semestre)

A ilha de Bali na Indonésia é conhecida ao redor do mundo suas montanhas vulcânicas arborizadas, arrozais, templos religiosos, praias, surfe, animais selvagens e cachoeiras. Localizada a 1,153.8 km da capital Jakarta, a ilha pertence ao maior arquipélago do mundo, composto por cinco ilhas principais: Sumatra, Java, Bornéu (conhecido como Kalimantan na Indonésia), Sulawesi e Nova Guiné; dois grandes grupos de ilhas (Nusa Tenggara e Ilhas Maluku) e sessenta grupos de ilhas menores. O arquipélago da Indonésia é composto por um número total de 17.508 ilhas, das quais cerca de 6000 são habitadas. Os idiomas utilizados em Bali são indonésio, língua oficial da República da Indonésia, e Balinês, uma língua de origem malaio-polinésia.

Bali é uma ilha multirreligiosa, predominantemente hindu, mas composta também por minorias de religião cristã, budista e muçulmana. O hinduísmo balinês, também conhecido como Agama Hindu Dharma, se originou na ilha de Java e é caracterizado como uma mistura de Xivaísmo e Budismo. O hinduísmo chegou em Bali com a chegada de comerciantes indianos. Muito antes do Islamismo se propagar pela ilha, o hinduísmo tornou-se a crença central da população, e foi fortemente incorporada em rituais, tradições e artes.Os balineses adoram a trindade de Brahma, Shiva e Vishnu, três aspectos do deus invisível, Sanghyang Widi, e os Dewa, deuses ancestrais e fundadores das aldeias.

Conhecida por sua dança, teatro e esculturas, a cultura balinesa inclui muitos festivais e celebrações tradicionais e religiosas que ocorrem ao longo do ano. Uma das mais conhecidas é o Galungan, um feriado que comemora a vitória do Dharma sobre o Adharma, que marca o tempo em que os espíritos ancestrais visitam a Terra. O último dia da celebração é o dia de Kuningan, que marca o seu retorno. A data é calculada de acordo com o calendário balinês de 210 dias. Um atributo cultural exposto pelas ruas, principalmente durante Galungan, é o penjor, um espécie de poste alto e curvado feito de bambu adornado com decorações, o qual pode ser encontrado em frente de praticamente todas as casas e estabelecimentos de Bali. O penjor simboliza generosidade e gratidão por tudo o que é bom da natureza.

Ao visitar Bali pela primeira vez, visitantes irão logo se deparar com pequenas oferendas espalhadas por todos os cantos pelo chão, em frente de residências, templos, restaurantes, estabelecimentos, esculturas, no meio de calçadas… Conhecidas como Canang Sari, são geralmente pequenas cestas quadradas tecidas a partir de folhas de palmeira ou bananeira, que em seu interior incluem flores, óleos, sal, dinheiro e biscoitos. As oferendas são uma forma sagrada de demonstrar gratidão pelo presente e um desejo de paz e prosperidade para o futuro. Além disso, servem como uma representação da devoção do povo hindu de Bali aos seus deuses. Os balineses também possuem o costume de acender incensos com a oferenda, desejando em troca uma oferta de equilíbrio e paz para o mundo. O último passo da cerimônia se dá depois que as palmas das cestas Canang são unidas, e é realizada na praia de Sanur uma oração enquanto a fumaça do incenso carrega a essência da oferenda aos deuses.

O arroz representa a vida no hinduísmo de Bali. O arroz também é colocado na testa para representar um terceiro olho, assim como para agradecer aos deuses pelo arroz e pela vida. Depois de realizar suas orações, os Balineses também tem o costume de colocar arroz na testa, assim como no peito e comer três grãos em seguida. A alimentação tradicional da população inclui pratos como o lawar (coco picado, alho, pimenta com carne de porco ou frango e sangue), bebek betutu (pato recheado de especiarias, embrulhado em folhas de bananeira e cascas de coco cozidas em um poço de brasas) e sate lilit, espetos de carne moída com especiarias.

Ao visitar Bali pela primeira vez, além pesquisar aquilo que é importante de se fazer, também é necessário saber o que não fazer. Existem certos costumes que devem ser seguidos, como não entregar algo a uma pessoa balinesa com a mão esquerda, por ser considerado rude. Algo que também deve ser evitado é comer tudo que colocou em seu prato durante uma refeição na casa de alguém, um pouco da comida é sempre deixado como oferenda aos deuses e para que seu anfitrião saiba que você tinha o suficiente para comer.

Situada entre as ilhas de Lombok e Java, Bali fica a somente 4 horas de distância da vizinha Austrália, o que torna a ilha um ponto popular de férias para os australianos, anualmente um dos principais visitantes da região. Bali é considerado um dos melhores lugares do mundo para uma viagem de surfe por conta de suas deslumbrantes vistas de praias de areia branca, selva exuberante, falésias e templos ornamentados. Um lugar da ilha famoso entre surfistas é o Green Bowl, um local isolado, que durante a maré baixa, revela o fundo do oceano e faz com que a água reflita a vegetação das falésias.

A cidade à beira-mar de Kuta reúne diversos bares, festas, e restaurantes, assim como as cidades de Seminyak, Canggu, Sanur e Nusa Dua, populares cidades turísticas. Além da vida noturna, a ilha também é conhecida por seus retiros de yoga e meditação, que atraem todos os anos milhões de visitantes do mundo inteiro. O Templo de Uluwatu está localizado na ponta sul de Bali, no distrito sul de Kuta de Badung, um lugar conhecido por turistas como Península Bukit. Nos fins de tarde, visitantes têm a oportunidade de assistir um espetáculo de dança típico da região envolvendo teatro e música tradicionais. A Kecak, também conhecida na Indonésia como tari kecak, é uma forma de drama musical hindu balinês desenvolvido nos anos 30. A Kecak Dance é realizada regularmente por toda a ilha de Bali, no entanto, o melhor lugar para assisti-la é no Pura Uluwatu, onde a dança é realizada diariamente, tendo como pano de fundo o dramático pôr do sol e vista das falésias do extremo sul da ilha. Também popular entre os turistas, o templo Pura Taman Saraswati, oficialmente Pura Taman Kemuda Saraswati, também conhecido como Palácio da Água de Ubud, é um templo hindu dedicado à deusa Saraswati, Pura Taman Saraswati é famoso pelo lago repleto de flores de lótus que o cerca. Ao contrário do templo de Uluwatu, localizado à beira-mar, o Pura Taman Kemuda Saraswati está situado na zona rural da ilha, na região de Ubud.

A cidade de Ubud está localizada nas montanhas de Bali e é considerada o coração cultural e artístico da ilha. Fundada no século VIII por um padre hindu javanês chamado Rsi Marhandya, Ubud ou ‘Ubad’ significa ‘medicina’ e é considerado um lugar de ‘inspiração sagrada’. O turismo espiritual está crescendo cada vez mais em Ubud, onde as antigas tradições espirituais de Bali atendem às práticas de bem-estar do estilo ocidental. O objetivo é reviver as indústrias atingidas de Bali e preservar seu ambiente, cultura e espiritualidade, atraindo um tipo diferente de turista para a ilha. Algumas das principais atrações turísticas da região são o Santuário Sagrado Floresta dos Macacos, a caminhada nos arrozais Kajeng e nas colinas Campuhan, a cachoeira Tegenungan, Goa Gajah (a caverna do elefante) e o Museu de Arte Neka. Como capital cultural de Bali, Ubud possui a maior concentração de galerias de arte da ilha, assim como diversos mercados. Um dos mercados mais conhecidos e visitados pelos turistas é o Ubud Market, o mercado de Ubud. Este mercado tradicional localizado no centro da cidade possui tanto uma área interna quanto externa, e é dividido em dois mercados – um para turistas e outro para os locais. Aberto diariamente em um prédio de dois andares e nas ruas em frente ao Palácio Real de Ubud Puri Saren, das 4h às 18h, o mercado ganhou ainda mais fama internacional após o filme “Comer, Rezar, e Amar” do diretor Ryan Murphy, porém tem sido frequentado pelos locais há gerações. No Ubud Market visitantes encontram de tudo, de alimentos a obras de arte e roupas, porém é famoso por suas bolsas tradicionais de Bali, favorita dos turistas. A floresta tropical ao redor do distrito de Ubud e os arrozais com terraços, repletos de templos e santuários hindus, estão entre as paisagens mais famosas de Bali.

Um dos arrozais mais visitados pelos turistas que visitam a região é o Tegallalang Rice Terrace. Turistas têm a possibilidade de circular pelos diversos degraus do arrozal, porém é recomendável usar sapatos fechados pela possibilidade de pisar em poças de lama ao longo do caminho. Diversos pequenos cafés tem vista para o arrozal, assim como a 15 minutos de distância de Tegallalang está localizada uma das atrações mais famosas da ilha, o Bali Swing, um complexo que reúne diversos conjuntos de balanços em que os visitantes podem balançar sobre a floresta tropical de Bali por um preço acessível.

Além da estadia na ilha de Bali, turistas também tem a oportunidade de realizar passeios de barco para as ilhas vizinhas. Entre as ilhas próximas mais visitadas estão a famosa Nusa Penida e a ilha de Lombok, que também pode ser acessada por avião.

Bali possui praticamente todo tipo de beleza natural, desde áreas montanhosas com vegetação exuberante, lagos cênicos, cachoeiras e campos de arroz a jardins de flores, rios sagrados e desfiladeiros secretos que compõem a paisagem da ilha.

A ilha ficou em primeiro lugar na lista de melhores destinos do TripAdvisor do ano de 2017, nomeada como o melhor destino turístico pela primeira vez, apesar de ser um lugar popular entre turistas há anos.

Tags:

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Próximo