CARREGANDO

O que você procura

Especiais Jornalismo Esportivo

O Segredo da Longevidade no Esporte

Compartilhar

Por: Enzo Budete, Marcelo Baroni, Pedro Sabbadini e Rodrigo Salzano

Independente de qual seja, a prática de esportes sempre exigiu muito do aspecto físico dos atletas. Esse lado acaba tendo uma relação direta com a idade da pessoa, já que ao passar dos anos a competitividade vai caindo. Porém, existem atletas que conseguem driblar essa situação. Com o passar do tempo os esportistas se tornaram superatletas, conseguindo desempenhar um alto nível apesar da idade. São inúmeros casos de atletas em todos os esportes, fora de série que estão em atividade até os dias de hoje, sendo reconhecidos como os maiores em seus respectivos esportes, pois além da enorme carreira, mantiveram sua performance elevada por muito tempo.

Mas como eles conseguem?

Esses exemplos que mostraremos a seguir são de atletas históricos que serão lembrados para sempre. Além de serem únicos, seguem uma dieta de alto grau e são muito bem-preparados fisicamente. Muitos problemas com atletas depois dos 30 anos são relacionados com a parte física, mas nesses casos eles são tão bem-preparados e únicos que quase nunca se machucam e mesmo com a idade avançada parecem que vão ficando melhores e o tempo não passa para eles. O amor pelo esporte acaba passando por cima de todas essas dificuldades.

Segundo o jornalista Renan do Couto, é possível ter outra geração igual a essa, mas ao mesmo tempo é difícil ter tantos nomes bons na mesma geração como se tem hoje. Para ele, o resultado dessa grande longevidade que se vê hoje é grande preparação física, os cuidados médicos, o profissionalismo e por fim profissionais da saúde que os acompanham diariamente.

LeBron James – O rei nunca para!

LeBron James é considerado por muitos um dos dois melhores jogadores da história do basquete, disputando o topo com Michael Jordan. Atualmente com 36 anos, o americano já possui 4 títulos da NBA, sendo o atual campeão com o Los Angeles Lakers e o último MVP das finais.

Draftado em 2003 pelo Cleveland Cavaliers, Lebron ficou 7 temporadas nos Cavs, passagem que não resultou em títulos, mas conseguiu ir 6 vezes consecutivas para o All Star, além de ter ganho 2 prêmios de melhor jogador seguidos da liga nas suas últimas temporadas no clube. Tornou-se Free-agency, podendo assinar com qualquer time, e foi para o Miami Heat, primeira equipe que James conseguiu um título. Pelo time da Flórida, Lebron conquistou dois títulos consecutivos da NBA, em 2012 e 2013. Nestes mesmos anos, também foi eleito o melhor jogador da liga e se consolidou como um dos melhores da atualidade.

Em 2014, voltou a Cleveland, com o objetivo de levar o time que o draftou para o topo, e ele conseguiu. Na temporada 2015-16, Lebron deu aos Cavaliers seu primeiro título da NBA. Suas atuações eram impressionantes, e mesmo com 30 anos, o americano não dava indícios que iria parar tão cedo.

LeBron enterrando nas finais de 2020 Divulgação: NBA

Atualmente no Los Angeles Lakers, Lebron James continua em altíssimo nível. Caso ganhe o prêmio de melhor jogador nesta temporada, ele se tornará o mais velho de todos os ganhadores, superando Karl Malone. Mas o que Lebron faz de diferente para continuar com a forma física semelhante de 10 anos atrás? James é um dos jogadores que mais cuida de sua forma física, gastando cerca de 1 milhão de dólares por temporada em seu corpo. Além disso, ele busca adaptar seu estilo de jogo à sua idade. Ao longo das últimas temporadas, LeBron tem conseguido elevar o número de arremessos de três convertidos por jogo, sem deixar cair a sua eficiência. Com isso, ele mantém sua pontuação média e consegue se desgastar menos a cada partida.

Tom BradyO recomeço aos 41 anos 

O maior jogador da história do futebol americano, tem simplesmente números surreais. Mesmo aos seus 43 anos de idade, Brady é o atual campeão do Super Bowl e planeja não parar por aí. Recentemente deu uma declaração que pretende jogar até os 45.

Ele entrou na NFL (National Football League) em 2000, quando foi escolhido pelo New England Patriots. No time de Boston se tornou um gigante do esporte, conquistando incríveis seis Super Bowls, ao lado do seu treinador Bill Belichick.

Ele ganhou nos anos de 2002, 2004, 2005, 2014, 2017 e 2019. Detalhe que o maior time da NFL tem seis títulos e até então somente Tom Brady tinha esses mesmos seis. O Pittsburgh Steelers tem seis Super Bowls e Brady deixou a franquia dos Patriots com seis títulos, todos conquistados por ele.

No seu último ano em New England foi eliminado para o Tennessee Titans e curiosamente o último lance do jogo foi uma interceptação de Brady. Foi aí que muitos questionaram o futuro de sua carreira. Ele percebeu que a parceria de longo tempo havia se desgastado e assim em 2020 foi trocado para o Tampa Bay Buccaneers, assim recomeçando com seus incríveis 41 anos de idade.

Em sua primeira temporada em Tampa neste ano de 2021, ele provou que a maioria estava errada. Brady liderou o time a uma conquista de Super Bowl sobre os atuais campeões, o Kansas City Chiefs, conquistando aos seus 43 anos o seu sétimo título da NFL e assim se sagrando o maior jogador da história desse esporte. A ‘franquia’’ Tom Brady tem sete títulos, sendo assim ele tem mais títulos que os dois times que mais ganharam: os Steelers e os Patriots, ambos com seis.

Tom Brady atuando pelos Patriots Divulgação: Usa Today Sports

Formiga – Um exemplo para todos

Formiga é para todos os atletas um grande exemplo, independente de qual esporte esteja falando. Atualmente com 43 anos, ela vive os momentos finais de sua carreira. Apesar de um forte boato de que sua trajetória se encerrará após as olimpíadas, a atleta ainda pretende jogar 2 anos a mais, se aposentando apenas da Seleção Brasileira de Futebol Feminino.

Suas marcas também são impressionantes. Em 2019, ela se tornou a atleta mais velha a marcar um gol na Champions League. Com 41 anos e 193 dias, Formiga fez um dos gols da vitória por 7 a 0 do Paris Saint-Germain sobre o Braga, quebrando o recorde anterior. Além disso, é a jogadora com mais participações (entre Homens e Mulheres) em Copas do Mundo, somando 7 participações, e também nas olimpíadas, ao todo foram 6 participações. Formiga ainda possui na sua galeria três medalhas de ouro com o Brasil nos jogos Pan-Americanos, um título da Copa América Feminina e tricampeã da Libertadores Feminina pelo São José.

Formiga fazendo gesto em homenagem às 7 copas do mundo disputadas Divulgação: El País

Apesar da idade avançada, Formiga segue sendo um exemplo de alta performance, conseguindo manter excelente nível mesmo com 43 anos. E, apesar de aparentar estar no fim de sua carreira, demonstra ainda ter muita lenha para queimar.

Cristiano Ronaldo – Uma máquina, um besta enjaulada com ódio

Cristiano Ronaldo é sem dúvida o maior exemplo de dedicação da história do futebol. Nunca houve um jogador que se mostrou mais determinado que ele, até mesmo os deuses do futebol, como Maradona, Pelé, Cruyff, Beckenbauer, Ronaldo, não foram capazes de chegar aonde Cristiano chegou fisicamente. Atualmente com 36 anos, ele se supera a cada dia. Pode não estar mais no seu auge, assim como em 2017, onde voou com o Real Madrid e quase conquistou todos os títulos nessa temporada.

Cristiano Ronaldo com suas 5 bolas de ouro Foto: GOAL.com

Sua forma física já foi estudada diversas vezes. Quando chegou na Juventus-ITA estava com 33 anos e um corpo de uma pessoa de apenas 20 anos. Segundo os dados obtidos pelo centro médico da Juve, Cristiano apresentou 7% de gordura corporal e 50% de massa muscular, números surpreendentes para um atleta de 33 anos de idade cronológica. Num atleta de alta competição, estes valores rondam, em média, os 10% e os 46%. No mesmo ano em que se apresentou na Velha Senhora, Ronaldo disputou sua quarta Copa do Mundo com a seleção de Portugal, e durante o jogo contra a Espanha, pela fase de grupos, ele deu um sprint de 33,98 km/h batendo o recorde de todos os mundiais.

A parte de ser jogador envolve muito o talento, o físico e o psicológico. Cris já manifestou que tem vontade de jogar até os 41 anos em alto nível, desejo que vai ficando cada dia mais possível diante do preparo do jogador.

Quando começou sua carreira em 2001 pelo Sporting-POR tinha em mente ser o melhor jogador do mundo, mas que para isso teria que se dedicar ao máximo para chegar a esse objetivo. Não só foi o melhor do mundo, como quebrou milhares de recordes, sendo o maior deles ultrapassar Pelé em número de gols oficiais.

Com uma carreira invejável e diversos troféus, Cristiano Ronaldo ficará para sempre na história desse esporte.

 

Roger Federer – Uma lenda do tênis 

O tenista suíço sem dúvida é um dos maiores deste esporte. Seus números e títulos são incríveis, ainda mais depois dos 30 anos, que para o tênis é considerada uma idade muito avançada. Federer iniciou sua carreira em 1998 e ao longo desses anos até os dias de hoje, acumula inúmeros recordes, como o tenista com mais títulos de Grand Slam. Além de ser o atleta que passou mais tempo seguido como número um do ranking da ATP: foram 237 semanas, de 2004 até 2008, período em que ninguém foi melhor que ele.

Atualmente com 39 anos, Federer está se recuperando de uma lesão no joelho, para voltar ao alto nível. Em 2019, já com 37 anos, ele jogou a final de Wimbledon, se tornando o tenista mais velho a disputar uma final de Grand Slam. Neste mesmo ano, Federer conquistou um título da ATP, tornando-se o tenista mais velho que venceu um título, depois da conquista de seu primeiro. São cerca de 18 anos que separam o primeiro título do suíço que foi em 2001 e o último que foi em 2019.

Depois dos 30 anos de idade, Federer tem incríveis 30 títulos, jogando em alto nível e vencendo seus principais rivais no circuito, como o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal. Sendo assim, podemos falar que Federer é um gênio e um exemplo raro em que os quase 40 anos não afetaram seu alto desempenho no esporte.

Federer durante ponto no Australian open Divulgação: ATP

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *