CARREGANDO

O que você procura

Geral Notícias

Novembro é o mês de combate ao câncer de próstata

Compartilhar

Pedro Sabbadini (2º semestre)

Neste mês de novembro é realizado o movimento internacional do novembro azul, com a intenção de ajudar os homens no combate ao câncer de próstata. Esse movimento surgiu em 2003, na Austrália, quando dois amigos tiveram a ideia de ajudar a promover saúde masculina, já que a mãe de um deles lutava pelo combate ao câncer de mama. Como 17 de novembro é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, eles propuseram que o mês de novembro se tornasse o mês da conscientização da saúde masculina. Ano após ano, o movimento vem crescendo e ajudando os homens na conscientização, prevenção e tratamento do câncer de próstata.

No Brasil, o movimento chegou em 2008 trazido pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, em conjunto com a Sociedade Brasileira de Urologia, e até hoje é marcado por diversas ações de divulgação e combate ao câncer de próstata. No país, esse tipo de câncer é o segundo mais comum nos homens e é também o segundo que mais causa mortes, fazendo uma vítima fatal a cada 36 homens em média. Entretanto, quando detectado precocemente, o tratamento é menos invasivo e oferece mais chances de cura, podendo salvar o paciente.

Um grande preconceito sobre esse assunto gira em torno do exame, pois o diagnóstico envolve o toque retal. Muitos homens deixam de realizar o procedimento em função desse preconceito. “O toque é um exame complementar ao exame de sangue, além de ser simples, rápido e indolor”, comenta o médico urologista Benedito Assis Bottene.

Um dos principais objetivos do novembro azul, portanto, é também acabar com esse preconceito e conscientizar a maioria dos homens que é sua vida que está em jogo e os cuidados com sua saúde devem ser colocados acima desse grande tabu. Desse modo, mais homens poderão ser diagnosticados, prevendo e diminuindo os casos de câncer de próstata no Brasil e em todo o mundo. “O número de homens que procuram o serviço de saúde aumentou e isso é um grande avanço. Quanto antes o paciente for diagnosticado, mais perto ele fica da cura’’, explica Bottene.

O logo pensado para a campanha é um laço azul, seguindo o exemplo do laço do outubro rosa, que ajuda as mulheres no tratamento do câncer de mama.

Tags:

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *