CARREGANDO

O que você procura

Geral Notícias

Isolamento social abre novas possibilidades para entretenimento e cultura

Compartilhar

Sabryna Grechi (1º semestre)

Diversas empresas de entretenimento ”abriram suas portas” para que as pessoas confinadas nessa quarentena tivessem acesso. Os conteúdos oferecidos vão de filmes e espetáculos musicais a livros e passeios em museus, tudo sem sair de casa.

Um exemplo é a Spcine Play, que disponibilizou 230 filmes em seu catálogo, sendo gratuito até o final de 2020. Além dos filmes nacionais, a plataforma também conta com séries, shows, talks e conteúdos exclusivos, trazendo destaques de festivais, como documentários musicais.

Para quem curte filmes franceses, o Festival Varilux proporcionou, de forma online, 50 longas, de vários gêneros, que exibiu em suas últimas edições do evento. Há também algumas produções destinadas ao público infantil, sendo todas as programações legendadas e gratuitas. Para ter acesso aos filmes, é necessário fazer um cadastro na plataforma Looke.

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa e as Organizações Sociais de Cultura promoveram a campanha #Culturaemcasa para disponibilizar conteúdos on-line como shows, concertos, palestras, livros, entre outros. O conteúdo é atualizado diariamente e fica no site da Secreteria de Cultura.

Para entreter as crianças, o GloboPlay liberou 30 filmes infantis, mais séries e temporadas antigas de Malhação por um mês para quem não é assinante.

Aos que gostam de ler, a editoria L&PM Editores está disponibilizando, gratuitamente, um e-book por dia. Assim como o Scribd, que também disponibilizou o seu acervo de forma gratuita, liberando por 30 dias milhões de audiobooks, artigos, revistas, entre outros. Para o acesso, não é necessário o cadastro de cartão de crédito, basta acessar o site oficial e pegar os 30 dias disponíveis.

A Amazon, outra plataforma para os que amam ler, liberou, gratuitamente, centenas de livros digitais para download, sendo de temas variados, como ficção científica e história. Os livros podem ser acessados através da loja Kindle da Amazon ou na companhia, selecionando a opção ”livros” e o formato ”e-book kindle”.

Vários museus pelo mundo estão liberando visitas virtuais em seus acervos, como é o caso da Pinacoteca de Brera, em Milão, que, além de deixar acessar seus acervos, permite explorar seus corredores; o Louvre, localizado em Paris, na França, que liberou visitas virtuais em suas salas e galerias; e o MIS (Museu da Imagem e do Som de São Paulo) que, além de disponibilizar em seu site informações sobre os itens de seu acervo, também terá acesso às coleções de fotografia, áudio e vídeo.

Tags:

Você pode gostar também

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *