CARREGANDO

O que você procura

Campus Destaque Geral Notícias

Games e tecnologia foram os temas da última Aula Magna

Compartilhar

Rafael Costa e Guilherme Sommadossi, ex-alunos do curso de Jornalismo da ESPM, contaram suas experiências nessas áreas na abertura do semestre letivo

Larissa Crippa (2º semestre)

 

Na última terça feira (25), o curso de Jornalismo da ESPM abriu oficialmente o semestre letivo com a aula magna, contando com a palestra de dois ex-alunos, Rafael Costa, fundador e CEO das empresas Good Game Comunicação e Athena´s e-Sports, além de cofundador da NewGameBR, e Guilherme Sommadossi, especialista em cobertura de videogames, tecnologia e entretenimento, que atualmente trabalha como repórter da Canaltech.

A palestra, realizada via Zoom, contou com a presença de alunos de Jornalismo de diferentes semestres e de professores do curso, e foi mediada pela professora e coordenadora, Maria Elisabete Antonioli. Na abertura, os convidados falaram sobre suas trajetórias universitárias e ascensão de suas carreiras.

Guilherme, ainda na faculdade, foi um dos fundadores do Lei de Murphy, programa da Rádio ESPM que fazia cobertura sobre o universo geek e de entretenimento. Ele também participou de diversas agências e foi monitor acadêmico. Profissionalmente, teve passagens pela Azul Magazine, Forbes Brasil e na FSB Comunicação foi assessor de imprensa da PlayStation Brasil. “A ESPM dá muita chance de criar portfólio em mídias diferentes: texto, imagem, vídeo, áudio, você faz um pouco de tudo ao longo do curso e das agências, então precisa aproveitar essa oportunidade de criar e falar sobre um universo amplo”, afirma.

Guilherme Sommadossi (fonte: oficina de Fotojornalismo – https://jornalismosp.espm.edu.br/aula-magna-comemora-10-anos-do-curso-de-jornalismo/)

Rafael comentou sobre sua experiência como empreendedor ao criar a Good Game Comunicação, agência de comunicação voltada para o e-Sport, e, recentemente, a Athena´s e-Sports, com foco para as mulheres no mundo dos games. Ele contou ainda que desde garoto administrava um blog falando de games, por isso também incentiva os alunos a aproveitarem as oportunidades do momento e da instituição. Rafael ressalta que o mercado de trabalho, assim como qualquer outro, é difícil e competitivo, sendo necessário se destacar para conseguir uma vaga. “Meu conselho é não ficar na zona de conforto, aproveitar todas as oportunidades a sua frente e, mesmo que seja difícil, dar as caras”, reforça.

Rafael Costa (fonte: oficina de Fotojornalismo – https://jornalismosp.espm.edu.br/aula-magna-comemora-10-anos-do-curso-de-jornalismo/)

Os entrevistados também mencionaram o impacto que a tecnologia causou na forma de fazer jornalismo e a importância de manter um portfólio principalmente nas grandes plataformas. “A tecnologia impactou muito meu trabalho. A gente falava muito de drone, banco de dados, mas outras tecnologias chegaram e têm a mesma relevância, ou até mais. O alcance que plataformas como o TikTok alcançam é surreal. Eu não tenho um cliente que não queira estar nessas plataformas”, afirma Rafael. “A internet é a vida, não adianta. Você precisa estar no Instagram, no Facebook, no Twitter. É uma questão de portfólio. Usem essas redes para expor seu trabalho”, aconselha Guilherme.

Além disso, os jornalistas também falaram sobre a importância de criar relacionamento interpessoal nessa área de atuação, já que a profissão exige uma rede de comunicações. “Precisa ter contatos, conhecer pessoas, ter boas relações, o famoso networking. Você precisa trocar ideia com as pessoas, ser visto, ser lembrado, conhecer, porque você nunca sabe quando vai encontrar com elas de novo, seja numa posição em que você é contratante ou você é contratado”, explica Guilherme. Rafael, que desde cedo começou a trabalhar em sua agência, contou como migrar para diferentes ambientes o ajudaram a ganhar experiência, agregando e aperfeiçoando seu projeto.

Ambos finalizaram a aula respondendo algumas perguntas de professores e alunos sobre mercado de trabalho e dicas de carreira, além de reforçar a importância de estar conectado e atento ao meio.

Tags:

Você pode gostar também

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *