CARREGANDO

O que você procura

Especiais Jornalismo Esportivo

Guaraná lança iniciativa convocando marcas a apoiar futebol feminino

Compartilhar

Isabella Pascucci, Paulo Belleze, Tatiana Carvalho e Valentina Alayon (Oficina de Jornalismo Esportivo)

Com a Copa do Mundo de 2019, o futebol feminino nacional começou a ganhar mais destaque e, com isso, surgiram novos adeptos e até mesmo um público mais engajado. Esse ano, por exemplo, após as grandes performances dos times e o retorno positivo dos telespectadores no mundial, a FIFA disponibilizou $500.000 para cada federação utilizar exclusivamente no futebol feminino, como auxílio em decorrência da Covid-19. Apesar da maior visibilidade, a modalidade continuou possuindo poucos patrocínios, seja no âmbito das competições, como dos clubes em si e suas jogadoras.

 

Megan Rapinoe faturou a Bola de Ouro, Chuteira de Ouro e o primeiro lugar junto ao time dos Estados Unidos na Copa de 2019.
Créditos: Reprodução/INTERNET

 

No final de 2019, a marca de refrigerantes Guaraná Antártica anunciou que iria patrocinar o Campeonato Brasileiro A1, competição que abriga os times da elite do futebol feminino. No entanto, a empresa foi a única a apoiar a modalidade. Neste ano, ao perceber esse problema, a empresa iniciou uma campanha que busca chamar outras marcas a se tornarem apoiadoras do esporte, bem como obter uma maior divulgação sobre o assunto. Eric Garcia, representante da Guaraná, comentou sobre essa campanha: “Estamos conseguindo bastante engajamento, não só do cenário de futebol feminino, mas também de pessoas que se interessaram na campanha e toparam ajudar e compartilhar o movimento. A ideia surgiu com nossas agências parceiras, de trocar a visibilidade das nossas latas, por investimento no futebol feminino”.

Campanha da Guaraná – Créditos: reprodução/ Internet

 

Na semana passada, em conjunto com algumas páginas que cobrem o futebol feminino, a empresa lançou a iniciativa de disponibilizar um espaço em suas latinhas para que as marcas anunciem seus produtos e, em troca, elas teriam que investir nas categorias de base femininas, que, por falta de investimento, possuem apenas 475 garotas registradas como jogadoras. Essa campanha chegou a ir para os “assuntos do momento” do Twitter. Eric ressaltou a resposta positiva dos torcedores às iniciativas envolvendo a modalidade: “Está sendo ótima, o público está vendo com bons olhos de que queremos apoiar e incentivar outras marcas a investir no futebol feminino. Com isso, todo mundo ganha, tanto as marcas quanto o cenário do futebol feminino em si.”

Campanha do Guaraná nos trending topics em rede social. Créditos: reprodução/INTERNET

 

Além de conseguir engajamento do público, o representante da Guaraná contou que o resultado superou as expectativas, uma vez que diversas marcas já entraram em contato com a Guaraná querendo participar da iniciativa e apoiar o futebol feminino, o que é benéfico para as empresas e para a modalidade.

Nini Baciega, capitãdo CATS, ressaltou a importância desses investimentos para a modalidade: “eu acredito que todos os apoiadores, patrocinadores do futebol feminino precisam  ser  recebidos de braços abertos, porque o  futebol feminino tem crescido bastante, então quanto mais apoiadores melhor. Não diria que afeta as jogadoras diretamente, já  que são patrocínios para  a competição, mas sim favorecem algumas jogadoras que por esses patrocínios grandes são conhecidas e reconhecidas por alguma.

A jogadora também destacou a respeito da valorização e maior visibilidade da modalidade, consequentes das atuações em estádios reconhecidos como o Allianz Parque, palco da semifinal entre Corinthians e Palmeiras pelo Brasileirão A1. Para ela, são essas as contribuições que fazem a diferença no crescimento do futebol feminino.

Apesar da importância desses investimentos, a aderência e engajamento do público é essencial para a valorização dessas atletas e de toda equipe por trás dos clubes, uma vez que são os torcedores que levam a modalidade para frente.

Tags:

Você pode gostar também

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *