CARREGANDO

O que você procura

Especiais Fotos

A pandemia provocando mudanças no clima do mundo

Compartilhar

Enrico Sordili, Laura Cavalari e Sérgio Miguel (1º semestre)

Com o avanço da pandemia do Covid-19 é perceptível uma drástica redução de movimento nas ruas devido às ordens de isolamento social. A cidade se vê mais deserta porém uma considerável parcela da população não aderiu o isolamento social total.

Após serem tomadas as medidas de quarentena, o tráfego aéreo e urbano tiveram uma considerável diminuição em suas atividades como medidas de precaução contra o avanço desse novo vírus. No Brasil, em um período de 31 dias o número de voos caiu em 90%, já nas ruas, no período de uma semana o pico de congestionamento foi de 11 km para 1 km demonstrando uma queda significativa.

Medidas essas que refletiram diretamente nas condições climáticas. A qualidade do ar é uma das que mais se destaca. Relaciona-se diretamente com a diminuição do tráfego de automóveis nas principais vias da cidade. Nos primeiros dias após decretada a quarentena no Estado de São Paulo, houve uma grande taxa na  elevação do isolamento social, chegando aos 56%. Porém, segundo o dados divulgados pelo Governo do Estado de São Paulo, com o passar dos dias, a taxa do isolamento caiu e com isso os índices da contaminação do vírus aumentaram consideravelmente.

Como uma tentativa de aumentar a taxa do isolamento, o prefeito Bruno Covas instaurou na cidade o rodízio de carros por placas ímpares e pares, decisão essa que não surtiu efeitos positivos, por aumentar o uso do transporte público, que não pararam, mas reduziram suas frotas. Algumas estações que antes pareciam vazias, mesmo em horários de pico, voltaram a lotação normal, contrariando as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Isso fez com que o prefeito voltasse atrás e retomasse o rodízio tradicional na manhã do dia 18 de maio.

Tags:

Você pode gostar também

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *